CPR: Armindo Araújo vence Rali Castelo Branco

Armindo Araújo / Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 evo) venceram or Rali de Castelo Branco and come back os primeiros ‘repetentes’ do ano, já que são a primeira dupla a vencer pela segunda vez este ano.
O campeonato já lhes ‘sorria’ muito, and com este resultado sorri ainda mais, permitindo uma boa almofada de comfort pontual para o que falta do CPR 2022, três provas, Madeira, Alto Tâmega and Vidreiro.
A dupla from The Racing Factory faith for a frente do rali na segunda especial and nape mais de lá saiu.
No 1º dia, fede ganhando tempo aos mais diretos adversários, mas marginns nunca foram grandes, tendo chegado ao fim do dia de sábado, 2.2s na frente de Bruno Magalhães / Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally2), depois destes terem feito um forcing final nas super especiais que fecharam o dia de

Armindo Araújo / Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 evo) venceram or Rali de Castelo Branco, returning-se os primeiros ‘repetentes’ do ano. José Pedro Fontes / Inês Ponte (Citroën C3 Rally2) foram segundos depois do seu melhor rali do ano, e no último lugar do pódio terminaram Miguel Correia / Jorge Carvalho (Skoda Fabia Rally2 evo), um prémio para uma boa prova.

Muito heat inside and fora dos troços! Faith muito intereste a primeira test do ano em asphalt, marcada por temperatures muito altas, a rondar os 40º, com a ‘temperature’ também a estar alta fruit das muitas lutas ao cronómetro que deram um huge brilliance to this test.
O Rali de Castelo Branco teve muita animação, muita luta nos lugares da frente, and não só pela vitória, algum drama and ate acidentes pouco habituais entre as equipas da frente. Apesar de Armindo Araújo ter liderado do segundo ao último troço, teve muita luta by José Pedro Fontes and Bruno Magalhães. Ambos lutaram muito para se aproximarem do líder, mas Afinações um pouco ‘ao lado’ e furos, ainda que lentos, acabaram por abrir o caminho a Armindo Araújo, que ao realizar uma prova de altíssimo nível, chancelou mais um triunfo para o seu río winners.
Para Armindo Araújo / Luís Ramalho (Skoda Fabia Rally2 evo), or campeonato já lhes ‘sorria’ bem muito, and com este resultado sorri ainda mais, permitindo uma boa almofada de comfort pontual para o que falta do CPR 2022, três provas, Madeira , Alto Tâmega and Vidreiro. A dupla from The Racing Factory fede para a frente do rali na segunda especial e nunca mais de lá saiu, mas as coisas estiveram complicadas ..
No 1º dia, foram ganhando tempo aos mais diretos adversários, mas marginns nunca foram grandes, tendo chegado ao fim do dia de sábado, 2.2s na frente de Bruno Magalhães / Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally2), depois destes terem feito um forcing final nas super especiais que fecharam o dia de sábado, ao passm a diferença de 7.4s para 2.2s. Mas logo na primeira especial da manhã de domingo, Magalhães perdu 40 segundos com um furo, e com isso desceu várias posições, ‘entregando’ a vitória a Armindo Araújo, that from daí limitou a gerir a marginm que tinha face à José Pedro Fonts.
Um rali quase perfeito para a dupla from The Racing Factory, que teve nesta prova, como se esperava, muita luta da ‘oposição’, mas que soube semper contrariar, nunca metendo uma roda fora do sítio, levando o seu ‘barco’ a bom brings. Com este triunfo, tem uma boa ‘nesga’ from porta do título aberta, mas a verdade é que ainda faltam três provas e muita coisa pode ainda acontecer.
José Pedro Fontes / Inês Ponte (Citroën C3 Rally2) ends with Rali de Castelo Branco in second position, tendo feito or seu melhor rali este ano. Sendo certainly que as provas de alcatrão são muito mais a “seu jeito”, a dupla da Sports & You foi a primeira líder do rali, mas não chegou, pois aqui and ali foram cedendo segundos que acumulados, já não permitiram a recupereração no derradeiro diam. And bem tentaram, pois tal como tinha sucedido no primeiro dia, também venceram a primeira especial de domingo. Contudo, já não tiveram time to recover muito corn. Fica confirmed that I am wary: no asphalt vão lutar pelas vitórias.
But a pódio para Miguel Correia / Jorge Carvalho (Skoda Fabia Rally2 evo) na linha do que têm vindo to achieve nos pisos de terra, só que aí os resultados já saem de forma natural, enquanto no asphalt or driver ainda tem um caminho pela frente per se igual per igual com os seus principais adversários. Nesta test já se notaram diferenças. Este ano, Miguel Correia já está a andar bem melhor no asphalt, and nesta test, estando perto da frente, at 6.7s seconds of José Pedro Fontes, à entrada das últimas quatro especiais, shows bem a evolução do piloto no alcatrão. Clearly, mais perto das lutas mais à frente.

Magalhães thank you but
Bruno Magalhães / Carlos Magalhães (Hyundai i20 N Rally2) foram quartos, numa prova que mereciam muito mais. Foi penalty o azar que tiveram na manhã de domingo, depois de no dia anterior terem recuperado a difference per os líderes, de 7.4s para 2.2s, approving a mixture of corn macia of tires que tinham no seu Hyundai. Mas os ralis são assim mesmo, traiçoeiros, and to his luta acabou when he loses 40 seconds na PE9. Seja como for, isso não apaga a exibição que fizeram, e fica a certainza que os vamos ver lutar por vitórias nas próximas provas, e muito provevelmente, vencer. Em Castelo Branco, faith punishment a luta não ter ido ate ao fim, já que teria sido epica …
Test buoy fizeram também Pedro Meireles / Pedro Alves (Hyundai i20 N Rally2). Uma grande luta ao according to Miguel Correia as os melhores “dos outros”, luta it que perderam por pouco. Andaram no sobe e desce na fight pelo 5º lugar, fight it que se tornou pelo pelo na manhã de domingo, but Miguel Correia faith but strong. Já com o seu novo Hyundai tinha nut bons sinais nas provas de terra e agora no asphalt monster que se está to hear muito bem com o carro. And ainda bem, pois faz falta andar nas lutas mais à frente.
Ricardo Teodósio / José Teixeira (Hyundai i20 N Rally2) abandonaram no último troço, de forma inglório, numa rlai com o azar abrir e outro a fechar. It is muito azar para um rali só, and muito azar para uma época só! Na PE1 soltou-se uma braçadeira do intercooler antes do arranque. Or motor ficou sem potência and to lose time foi inevititável, ficando logo ali estrado todo and any possible bom resultado. Depois da vitória no Rali de Portugal, he thought-se que a malapata já tinha largado a dupla, mas não. E o pior estava para vir. Depois disso, trabalharam já para or future, rodaram, experimentaram, aprenderam, testaram, and isso agora pode dar frutos nas próximas provas. Como se já não chegasse or azar, bateram (muito) forte no último troço. O Hyundai i20 N Rally2 extrado no Rali de Portugal ficou muito danificado.
Daniel Nunes / Nuno Mota Ribeiro (Ford Fiesta Rally3) foram sextos de pois duma solitária test, pois não têm ninguém contra quem lutar de direct form. Valeu a diversão porque com o upgrade de motor o carro da M-Sport da agora outro gozo ao piloto.
Gil Antunes / Diogo Correia (Dacia Sandero R4) bem podia ter lutado com os homens do Fiesta amarelo, mas problem de sobreaquecimento do motor do Dacia depressed os atrasou, um problem que se s’estendeu por todo o rali. Ainda Assim, um bom seventh lugar.
Ricardo Sousa / Luís Marques (Peugeot 208 Rally4) venceram comfortably as duas rodas motrizes (ler em separado) um minute na frente de
Ernesto Cunha / Rui Raimundo (Peugeot 208 Rally4), que foram nonos da geral.
Paulo Caldeira / Ana Gonçalves (Citroën C3 Rally2) made the top 10 from geral uma test em que a dupla sofreu um pouco com o muito calor que se fez sens. 40º graus a sombra, but from 60º inside do carro.
Para or rest from a group, faith uma test de sobrevivência, já que o calor foi algo que afetou toda a people.
Ricardo Filipe / Fernando Almeida (Ford Fiesta R5) continues to evolve on its own trend, not prove desistiram no 1º dia, regressaram and fizeram alguns good times.
Paulo Neto / Vítor Hugo (Škoda Fabia Rally2 evo) desistiram na PE2, depois duma ‘traseirada’ em que danificaram e suspensão, regressaram no 2º dia para rodar e ganhar mão. Enter as desistências, como já referimos, Ricardo Teodósio, mas também Pedro Almeida / Mário Castro Mário (Škoda Fabia Rally2 evo), who leave PE6 com uma saída forte, numa zona muito suja. Estavam na luta pelo 4⁰ lugar. Faith punishment.
O CPR proceeds within de cerc de mês e meio na Madeira, and pelo que se viu em Castelo Branco vai haver muita luta pelo triunfo, reste saber se alguém do CPR follows lutar à geral com os madeirenses. Por falar em madeirenses, Bernardo Sousa must também marcar presença, ma isso falta ainda confirmar …

Tempos Online – CLIQUE AQUI

Leave a Comment